fbpx
loader image
⏱️ Tempo de Leitura: 3 minutos

Conceitos e principais mudanças sociais que geraram a evolução dessa terminologia

Um novo conceito vem sendo amplamente discutido: o acrônimo BANI cunhado em seu artigo Facing the Age of Chaos pelo antropólogo e historiador Jamais Cascio, em voga especialmente pelas mudanças em âmbito global causadas pelo Covid-19.

A terminologia vem para substituir o VUCA,  esta que é muito utilizada entre corporações em seus planejamentos anuais. Porém, os imensos impactos da pandemia sugerem que o neologismo não é mais suficiente para ilustrar o contexto atual e pode estar se tornando obsoleto. Arraste para o lado e entenda melhor esse framework.

V           U           C           A

                                                   

                                   Volátil                         Incerto                         Complexo                Ambíguo       

(Volatile)                         (Uncertain)                   (Complex)                    (Ambiguos)

O acrônimo VUCA foi criado na década de 80 para descrever a dinâmica de acontecimentos no mundo e utilizado como diretriz para gestores formatarem suas estratégias de negócios disruptivas levando em conta esse cenário.  Ou seja, como pano de fundo da criação do VUCA, tínhamos um mundo que estava emergindo em um cenário pós guerra fria,  ainda pouco digital e caminhando para globalização.

 

       B          A          N          I        

                                           

                                Frágil                         Ansioso                 Não Linear                 Incompreensível

   (Brittle)                       (Anxious)                 (Nonlinear)                  (Incomprehensible)

 

Cunhado pelo antropólogo e historiador Jamais Cascio, no artigo “Facing the Age of Chaos”,  a terminologia veio ganhando força desde abril deste ano.

Cascio afirma que o framework VUCA tem respondido pouco a tudo que tem acontecido, no qual as condições não são simplesmente instáveis, são caóticas. Geração contínua de dados e uma sociedade interconectada, desastres climáticos, a pandemia global e situações político-econômicas são alguns exemplos descritos por ele sobre a mudança de cenário nos últimos 40 anos.

Como esse conceito se aplica nas decisões do universo dos negócios, segundo Jamais Cascio?

 

B

Conceito: Sistemas frágeis que, apesar de parecerem resistentes, são suscetíveis a se quebrarem a qualquer momento. Isso pode se referir a macroambientes, empresas, mercados, etc.

 

Como enfrentar: É preciso aprender a se preparar para qualquer situação. Fragilidade requer resiliência e despreocupação

 

A

Conceito:  É natural que toda essa fragilidade gere ansiedade, especialmente se tratando de decisões que precisam ser rápidas. Estamos constantemente no limite, esperando as próximas notícias ruins ou oportunidades perdidas

 

Como enfrentar: Ansiedade pode ser amenizada por empatia e mindfulness

 

N

Conceito: Eventos parecem desconectados e desproporcionais. Não é mais possível atuar de maneira estruturada e pequenas decisões podem gerar grandes consequências, assim como o contrário também ocorre.

 

Como enfrentar: Não-linearidade precisa de contexto e adaptabilidade

 

I

Conceito:  Lógica não faz mais sentido. Mesmo sistemas de big data podem ser “contraproducentes, sobrecarregando nossa capacidade de entender o mundo, tornando difícil distinguir ruído de sinal”

 

Como enfrentar: incompreensibilidade pede por transparência e intuição

 

Deixe seu comentário